04 horas

Segurança no Trabalho

Riscos químicos: Curso I

Os produtos químicos utilizados no laboratório físico-químico de leite oferecem riscos e perigos, e para reduzi-los, há a necessidade de observar os cuidados de segurança na manipulação, armazenamento, descarte, normas de conduta, entre outros. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão bibliográfica de riscos químicos em laboratório físico-químico de leite, visando identificá-los para minimizar ou evitar acidentes havendo maior proteção da saúde humana e do meio ambiente. Entre os cuidados para aumentar a segurança e diminuir o risco químicos neste laboratório, destacam-se o uso de EPI’s e EPCs, conhecimento das características dos produtos químicos utilizados na manipulação, armazenamento e descarte, regras de conduta e estrutura do laboratório. A segurança em laboratórios evita não apenas acidentes, mas também exposições à produtos químicos acima do permitido pelo limite de tolerância.

MAIS DETALHES

04 horas

Segurança no Trabalho

Uso de Raios – X: Curso I

Radiações ionizantes são aquelas com energia suficiente para ionizar o meio e capazes de fazer os elétrons escaparem dos átomos. A radiação ionizante pode afetar órgãos e tecidos do corpo humano e fatores biológicos, podendo provocar doenças somáticas e hereditárias. O artigo teve o objetivo de efetuar revisão bibliográfica em radiação ionizante, destacando os raios – X, de forma a delimitar este assunto extenso. Deu-se maior relevância à proteção e prevenção à riscos físicos ocupacionais em exames realizados em clínicas radiográficas. O uso das diversas proteções no trabalho com radiação é algo corriqueiro e indispensável no trabalho com raios – X para garantir a integridade física dos trabalhadores deste serviço, pois a proteção e a prevenção de acidentes do trabalhador em serviços de radiação diminuem e evita riscos físicos.

MAIS DETALHES

04 horas

Segurança no Trabalho

EPIs: Trabalho em Altura – Curso I

O Certificado de Aprovação – CA atesta que o produto está em conformidade com as exigências da ABNT e outros órgãos de controle como MTE. Caso o EPI não tenha o CA, este não vai servir como prova para neutralizar o agente nocivo, podendo ser penalizada a empresa. Os estágios para a certificação dos EPIs incluem testes, determinação de características, medidas, inspeção, exames, revisão e decisão. Os EPIs para proteção contra quedas com diferença de nível são o cinturão de segurança com dispositivo trava-queda e cinturão de segurança com talabarte. O objetivo deste trabalho foi realizar pesquisas bibliográficas sobre a obtenção e importância do Certificado de Aprovação – CA nos principais EPIs utilizados em trabalho em altura. A melhoria continua das condições de trabalho torna possível ações preventivas. O trabalho em altura é um dos mais arriscados, assim, o uso de EPIs que possuem o CA é importante, e devem ser exigidos por todos envolvidos neste trabalho, pois estes resguardam o cumprimento da conformidade do produto frente às exigências. O CA também agrega valor ao EPI colocado no mercado e representam interesse social, diminuindo chances de falsificações, inadequações e propagandas enganosas além de aumentar a confiabilidade dos EPIs.

MAIS DETALHES

12 horas

Segurança no Trabalho

Norma Regulamentadora n. 18 – Curso III

O curso traz o uso e a aplicação compilada da Norma Regulamentadora 18, do Ministério do Trabalho e Emprego, publicada pela Portaria MTb n.º 3.214, de 08 de junho de 1978, com a última atualização datada pela Portaria MTb n.º 261, de 18 de abril de 2018, para colaborar na elaboração de Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção Civil – PCMAT. Apresenta a interpretação da autora para obra de grande porte de edifício residencial multifamiliar, bem como a aplicabilidade para as instalações sanitárias no que tange os acessórios tais como: lavatórios, vasos sanitários, mictórios, chuveiros, vestiários. Incluí o alojamento, lavandeira e a área de lazer, atendendo ainda as áreas destinadas ao preparo das refeições (cozinha) e a sala de refeitório. As imagens são ilustrativas, e respondem a projeto de Segurança no Trabalho em canteiro de Obras, da obra em questão executada pela autora, não sendo necessariamente opção a ser utilizada em obras no Brasil e no mesmo porte. Importante lembrar que, cada obra deve receber projeto complementar específico e exclusivo para a sua realidade.

MAIS DETALHES

04 horas

Segurança no Trabalho

Norma Regulamentadora n.18 – Curso II

O curso traz o uso e a aplicação compilada da Norma Regulamentadora 18, do Ministério do Trabalho e Emprego, publicada pela Portaria MTb n.º 3.214, de 08 de junho de 1978, com a última atualização datada pela Portaria MTb n.º 261, de 18 de abril de 2018, para colaborar na elaboração de Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção Civil – PCMAT. Apresenta a interpretação da autora para obra de grande porte de edifício residencial multifamiliar, bem como a aplicabilidade para as instalações sanitárias no que tange os acessórios tais como: lavatórios, vasos sanitários, mictórios, chuveiros, vestiários. Incluí o alojamento, lavandeira e a área de lazer, atendendo ainda as áreas destinadas ao preparo das refeições (cozinha) e a sala de refeitório. As imagens são ilustrativas, e respondem a projeto de Segurança no Trabalho em canteiro de Obras, da obra em questão executada pela autora, não sendo necessariamente opção a ser utilizada em obras no Brasil e no mesmo porte. Importante lembrar que, cada obra deve receber projeto complementar específico e exclusivo para a sua realidade.

MAIS DETALHES

04 horas

Segurança no Trabalho

Norma Regulamentadora n. 18 – Curso I

O curso traz o uso e a aplicação compilada da Norma Regulamentadora 18, do Ministério do Trabalho e Emprego, publicada pela Portaria MTb n.º 3.214, de 08 de junho de 1978, com a última atualização datada pela Portaria MTb n.º 261, de 18 de abril de 2018, para colaborar na elaboração de Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção Civil – PCMAT. Apresenta a interpretação da autora para obra de grande porte de edifício residencial multifamiliar, bem como a aplicabilidade para as instalações sanitárias no que tange os acessórios tais como: lavatórios, vasos sanitários, mictórios, chuveiros, vestiários. Incluí o alojamento, lavandeira e a área de lazer, atendendo ainda as áreas destinadas ao preparo das refeições (cozinha) e a sala de refeitório. As imagens são ilustrativas, e respondem a projeto de Segurança no Trabalho em canteiro de Obras, da obra em questão executada pela autora, não sendo necessariamente opção a ser utilizada em obras no Brasil e no mesmo porte. Importante lembrar que, cada obra deve receber projeto complementar específico e exclusivo para a sua realidade.

MAIS DETALHES